leite-contaminado-retirado

Empresa anuncia que retirou lotes de leite contaminado em todo o mundo

A cooperativa produtora de leite neozelandesa Fonterra retirou dos mercados de todo o mundo os estoques com leite em pó que poderiam ter sido contaminados por uma bactéria que provoca botulismo.

“Todos os estoques foram retidos, tudo está fora do mercado, em armazéns, e o risco para os consumidores é muito pequeno ou inexistente” disse o presidente da empresa, Theo Spierings.

O grupo Fonterra, uma cooperativa formada por 13 mil agricultores, anunciou no fim de semana que três lotes de soro de leite, utilizado na produção de leite para bebês e bebidas para atletas, continham uma bactéria que poderia provocar botulismo, uma intoxicação grave que provoca paralisia e, em alguns casos, morte.

Vários países, entre eles China, Cingapura, Malásia, Rússia e Arábia Saudita, adotaram medidas para retirar o leite do mercado. Até o momento, nenhuma vítima foi registrada. A contaminação aconteceu em maio de 2012 por causa de tubos mal lavados.

A Nova Zelândia, onde a exportação de leite representa 25% do total das exportações, enviou na terça-feira (6) agentes do governo a várias unidades da cooperativa.

A Fonterra é o maior grupo de leite da Nova Zelândia e produz 15,4 bilhões de litros por ano, o equivalente a 89% da produção do país, que tem grande parte de sua economia baseada na agricultura. Spierings viajou na segunda-feira a China para pedir desculpas.

Fonte: Portal G1